Páginas

7 de ago de 2015

Montar um "full node" (nó completo) de Bitcoin em um VPS (Virtual Private Server)

Como montar um "full node" (nó completo) de Bitcoin em um VPS usando um serviço de Virtual Server Hosting


Neste artigo vou mostrar como configurar um "full node" de Bitcoin em um sistema hospedado em um serviço de Virtual Server Hosting, ou mesmo em uma Hybrid Cloud.

Crie um nó completo ajudando a rede Bitcoin ao distribuir as transacções e os recém chegados ao baixar a cadeia de bloqueio completo. Você consegue alugar um VPS baratinho por apenas US$ 20/mês ou até menos, é só procurar aqui.

Pré-requisitos:
  • 512 MB de RAM, operação estável e de sincronização 1024 MB recomendado
  • 400 GB de tráfego / mês é atingido rapidamente, por isso tome cuidado com restrição de acesso adequado Internet.
  •  Sistema operacional Linux, de preferência Ubuntu em sua versão LTS a atual é a 14.04 LTS. Este mini tutorial foi escrito baseado nele.

A instalação de dependências

sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get install git build-essential automake libboost-all-dev pkg-config

Faça o download do código-fonte do Github

mkdir ~/src
cd ~/src
git clone https://github.com/bitcoin/bitcoin
cd bitcoin


Configuração

cd ~/src/bitcoin
./autogen.sh
./configure --disable-wallet --with-cli --without-gui

Compilar

make 
sudo make install

Sucesso! Iniciando e monitoramento

Quando você roda o bitcoind propõe uma senha aleatória. Ajuste ela com suas próprias senha, então edite no ~/.bitcoin/bitcoin.conf para serem inseridos.

O arquivo ~/.bitcoin/bitcoin.conf pode ser por exemplo como este:

server=1
rpcuser=USERNAME
rpcpassword=SUPER-SECRET-PASSWORD
daemon=1 
maxconnections=150 
txindex=1

Opções:
server - define que o nó irá atuar como servidor
daemon - define que o bitcoind rodará em segundo plano (serviço)
rpcuser - nome do usuário com permissões para efetuar conexões remotas
rpcpassword - senha do rpcuser
maxconnections - define o máximo de conexões com outros clientes
txindex - este item é opcional, se vc tem a pretensão de instalar um serviço de consulta pela web ao blockchain essa opção se faz necessária, ela informa que deverá ser criado um índice das transacções para consulta.


Não se esqueça de liberar a porta 8333 no seu firewall
sudo ufw allow 8333 (este comando deve ser efetuado como root)

Inicie o daemon bitcoin
bitcoind

Espere baixar o blockchain, isso pode demorar horas dependendo da sua conexão.

Após baixado todo o blockchain (sincronizado) o nó estará funcionando.

Com bitcoin-cli os comandos podem ser enviados para o daemon. Por bitcoin-cli getinfo você pode dar uma olhada em algumas estatísticas, como o número de conexões. Você deve verificar a conectividade de porta 8333. Se o servidor estiver atrás de um NAT, você precisa encaminhar a porta.

bitcoin-cli getinfo

Comando úteis do bitcoin-cli
getinfo - lista informações como número de conexões entre outras
getmininginfo - lista informações como a hashrate da rede entre outras.
getpeerinfo - lista informações sobre o nós conectados ao seu
help - lista todos os comandos disponíveis

Exemplo:
bitcoin-cli help
bitcoin-cli getmininginfo

Atualizando para um nova versão

Em primeiro lugar, o antigo daemon deve ser parado, ir para a pasta do arquivo fonte, limpar os arquivos antigos compilados, atualize a versão e em seguida, compile, instale e inicie

bitcoin-cli stop 
cd ~/src/bitcoin/
make clean
git pull 
make 
sudo make install 
bitcoind

Para maiores informações procure aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário